Cobre segue estável com realização de lucros

Investidores embolsam os ganhos obtidos recentemente, em meio à diminuição do volume negociado nos últimos dias do ano

Danielle Chaves, da Agência Estado,

22 de dezembro de 2010 | 11h23

O cobre segue estável enquanto investidores realizam lucros após os ganhos recentes e em meio à diminuição do volume negociado nos últimos dias do ano. Os participantes do mercado esperam que o cobre feche 2010 com forte alta, sustentado pela firmeza geral nos preços dos metais básicos.

No início do dia o cobre negociado na London Metal Exchange (LME) chegou a cair, mas um operador de Londres afirmou que o declínio não sinaliza uma tendência de baixa. Segundo ele, não há "nada para parar (o cobre) antes de cerca de US$ 9.500 ou US$ 9.600 por tonelada". Por volta de 9h15 (de Brasília), o contrato para três meses subia 0,1%, para US$ 9.371,50 por tonelada. Na Comex, o cobre para março operava em leve queda de 0,02%, a US$ 4,2750 por libra-peso, às 10h10 (de Brasília).

Os movimentos de realização de lucros e o mercado volátil serão as características que guiarão os metais até o fim do ano, mas não vão afetar significativamente as perspectivas, segundo analistas. "Seria necessário alguma notícia inesperada, como uma deterioração maior na situação da zona do euro ou uma alta nos juros da China" para mudar o cenário, afirmou William Adams, analista da FastMarkets.

A alta nos mercados após o anúncio de que havia sido declarada força maior na mina de cobre chilena Dona Inés de Collahuasi por causa do fechamento do porto local foi responsável, em parte, pelo rali do cobre observado ontem. A administração da mina está avaliando um porto alternativo a partir do qual possa embarcar o cobre que produz.

Por volta das 9h15, o alumínio subia 0,7%, para US$ 2.451 por tonelada; o níquel ganhava 0,4%, para US$ 24.730; e o estanho caía 1,4%, para US$ 26.850 por tonelada. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.