Com poucos negócios, dólar fecha estável a R$ 1,672

Tendência global de desvalorização do dólar segue ditando o rumo dos negócios no mercado de câmbio doméstico

Márcio Rodrigues, da Agência Estado,

24 de janeiro de 2011 | 17h05

O dólar comercial fechou estável hoje em relação à última sexta-feira, negociado a R$ 1,672 no mercado interbancário de câmbio. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista encerrou o pregão a R$ 1,6717, variação de apenas 0,01%. O euro comercial subiu 0,61% no dia e fechou a R$ 2,281.

A tendência global de desvalorização do dólar segue ditando o rumo dos negócios no mercado de câmbio doméstico. Segundo operadores, as intervenções do Banco Central no mercado futuro e à vista de câmbio estão servindo apenas para estancar a queda da divisa norte-americana ante o real, mas não são suficientes para inverter a tendência da moeda norte-americana.

"Se a tendência mundial do dólar é cair, o mercado local também faz esse ajuste. Mas as intervenções estão, com certeza, evitando uma queda maior", disse José Carlos Amado, da Renascença Corretora.

Devido ao feriado de amanhã na cidade de São Paulo (aniversário de 457 anos da cidade), a BM&FBovespa estará fechada e isso causou uma redução do fluxo de negócios hoje. Contudo, o mercado interbancário de câmbio opera amanhã nas outras praças do Estado de São Paulo e do País, mas o volume de negócios deve continuar reduzido.

O Banco Central voltou a usar sua artilharia para conter a apreciação do real. A autoridade monetária fez dois leilões de compra de dólares no mercado à vista nesta segunda-feira, a exemplo de sexta-feira. No primeiro, pouco antes do meio-dia, a taxa de corte foi definida em R$ 1,674. No último, já na hora final da sessão, o corte foi de R$ 1,6721. Além disso, o BC fez novamente um leilão de swap cambial reverso - o terceiro em menos de duas semanas. Nesta operação, a autoridade monetária vendeu integralmente o lote de até 20 mil contratos com três vencimentos. O leilão de swap cambial somou US$ 988,2 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
câmbiodólareuroferiado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.