Com tensão entre Irã e EUA, petróleo tem forte alta

O contrato futuro de petróleo na New York Mercantile Exchange (Nymex) fechou hoje em alta de 1,56% (US$ 1,08), a US$ 70,40 o barril. O aumento da tensão relacionada às pretensões nucleares do Irã e a ausência de substituto para a perda de parte da produção de petróleo leve da Nigéria dão motivo para compras e alta do preço, assim como a aproximação do verão no Hemisfério Norte. O jornal "The New York Times" informou, em sua edição desta segunda-feira, que o Irã está trabalhando em uma centrífuga P-2, uma máquina avançada de enriquecimento de urânio. O jornal "Sunday Times", por sua vez, informou que há 40 mil iranianos dispostos a agir como homens-bomba, que retaliariam os EUA e o Ocidente, caso o país seja alvo de sanções. E há uma contingência de compras alavancadas pela aproximação do verão no Hemisfério Norte, pico do consumo de gasolina. Além disso, não há solução à vista para a questão da Nigéria. Ataques reduziram em 20% a produção nigeriana de petróleo. O problema persiste desde janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.