Companhias na Europa pretendem criar 100 mil novas vagas

Cerca de 200 companhias se comprometeram a criar novas vagas e oportunidades de treinamento para jovens europeus em busca de emprego. De cada quatro pessoas nesse grupo, uma está desempregada atualmente.

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2014 | 16h28

A "Aliança pela Juventude", coordenada pela Nestlé, maior empresa do mercado de comidas e bebidas do mundo, pretende criar dezenas de milhares de empregos e vagas de trainee ou de estágio que levem a postos fixos, durante os próximos anos.

"Estamos confiantes que mais de 100.000 oportunidades serão dadas nos próximos anos", afirmou Laurent Freixe, CEO da Nestlé na Europa. De acordo com o empresário, a Nestlé já criou 8.000 dos 20.000 novos postos, incluindo estágios pagos, que pretende criar até 2016.

Além da companhia de alimentos, as empresas Adecco, AXA, Cargill, CHEP, DS Smith, EY, Facebook, Firmenich, Google, Nielsen, Publicis, Salesforce, Twitter e White & Case integram a aliança.

O grupo pretende facilitar a transição das instituições de ensino para o mercado de trabalho ao ajudar jovens a construir gradualmente seus conhecimentos e habilidades. Outro objetivo é encorajar companhias a assumirem o risco de dar o primeiro emprego a jovens.

"Precisamos transformar nossas crianças em empreendedores digitais brilhantes", afirmou Matt Brittin, presidente de negócios e operações do Google no norte e centro da Europa. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
desempregoEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.