Conselho da Usiminas aprova destituição de Eguren

O conselho de administração da Usiminas aprovou a destituição do diretor-presidente Julián Eguren, do diretor vice-presidente de subsidiárias, Paolo Bassetti, e do diretor vice-presidente industrial, Marcelo Chara.

MARCELLE GUTIERREZ, Estadão Conteúdo

26 de setembro de 2014 | 11h42

Segundo comunicado da empresa, enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), foram cinco votos a cinco durante a reunião do conselho, realizada ontem (25), com desempate pelo presidente do conselho, Paulo Penido Pinto Marques.

Rômel Erwin de Souza foi eleito, em caráter temporário, como diretor-presidente e diretor vice-presidente industrial. Ele acumula com sua função atual, de diretor vice-presidente de tecnologia e qualidade. Já para o cargo de diretor vice-presidente de subsidiárias foi nomeado Ronald Seckelmann, que passa a acumular com a função de diretor vice-presidente de Finanças e RI.

Tudo o que sabemos sobre:
UsiminasdestituiçãoJulián Eguren

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.