CORREÇÃO: Bovespa recua 2,86%

Att. Srs. Assinantes, A nota enviada às 17h23 contém incorreções no segundo parágrafo. O volume de negócios hoje foi de R$ 3,03 bilhões, e não de R$ 3,14 bilhões. A máxima do dia foi de 39.411 pontos, e não 39.952 pontos, e a mínima foi de 38.098 pontos, e não 38.922 pontos. Segue a nota corrigida: Após um dia de alta, a Bovespa voltou a cair hoje. O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, fechou a quarta-feira em baixa de 2,86%, aos 38.290 pontos. Este é o nível mais baixo da Bolsa paulista desde o dia 13 de abril deste ano (quando encerrou aos 38.082 pontos). O volume de negócios hoje foi de R$ 3,03 bilhões. O índice oscilou entre a máxima de 39.411 pontos e a mínima de 38.098 pontos. O núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI) norte-americano de abril acima do esperado foi uma ducha de água fria na tentativa de recuperação que vinha sendo ensaiada pela Bovespa ainda no pré mercado. O Ibovespa abriu em baixa, batendo mínimas atrás de mínimas, acompanhando a piora das bolsas norte-americanas e a disparada dos juros dos títulos do Tesouro dos EUA. O núcleo do CPI veio com variação positiva de 0,3%, ante estimativa de 0,2% (o índice cheio ficou em 0,6% em linhas com as previsões). Com isso, o sentimento dos investidores é de que cresceu o risco de um aperto monetário mais prolongado nos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.