Correção: Índice de gastos com consumo sobe 0,6%

O texto transmitido anteriormente tinha uma incorreção sobre o dado do PCE de abril. A variação correta do índice é 0,6%, e não 0,5%. Segue o texto corrigido. O índice de preços dos gastos com consumo pessoal nos Estados Unidos(PCE, na sigla em inglês), indicou alta de 0,6% em abril, contra previsão de 0,7%. O PCE é o principal indicador monitorado pelas autoridades monetárias do Federal Reserve (banco central dos EUA) para detectar o patamar da inflação. Por conta disso, ele é importante na definição dos juros praticados naquele país. O núcleo do índice, que expurga itens relacionados a energia e alimentos, subiu 0,2% no mês passado. Essa taxa ficou dentro do esperado por economistas consultados. Na comparação anualizada, o núcleo subiu 2,1% em abril, furando o teto de conforto do Federal Reserve para a inflação, após um aumento de 2% em março. A alta anualizada do índice de preços ao consumidor (CPI) foi de 2,3%. Os números divulgados esta manhã indicam também que a renda pessoal do cidadão norte-americano aumentou 0,5% em abril. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.