Cosan pretende emitir US$ 300 milhões em bônus

A Cosan, maior grupo brasileiro de açúcar e álcool, pretende emitir US$ 300 milhões em bônus no exterior, de acordo com prospecto obtido com um administrador de fundos hoje. Os bônus vencerão daqui a dez anos, mas informações sobre o rendimento (yield) proposto para os papéis ainda não estão disponíveis.Os recursos da oferta serão utilizados pela companhia em propósitos gerais, de acordo com fontes próximas à operação. Ainda de acordo com as fontes, tais propósitos podem envolver "aquisições" futuras.A companhia promoverá road shows em Hong Kong (em 10 de janeiro), Cingapura (11 de janeiro), Suíça (12 de janeiro), Londres (15 de janeiro) e nos EUA (entre 16 e 18 de janeiro). Os bônus devem ser precificados após o road show, segundo o prospecto.Os papéis serão vendidos de acordo com a regra da SEC 144A para investidores institucionais e com a Regulação S para emissões no exterior. A operação é coordenada pelo Credit Suisse e pelo Morgan Stanley.No trimestre encerrado em 31 de outubro de 2006, a Cosan registrou lucro líquido de R$ 123,8 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 16,3 milhões de igual período do ano anterior. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.