Costa torce por brasileiros para assumir fatia na Brasil Telecom

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, manifestou ontem o desejo de que a participação da Telecom Italia na Brasil Telecom seja adquirida por uma empresa ou organização brasileira. "Eu gostaria de ver isso aí passar para mãos de brasileiros. E nós temos gente interessada", disse Costa. Ele não revelou, no entanto, quais seriam os interessados na fatia da empresa italiana na Brasil Telecom.A Telecom Italia encaminhou na segunda-feira proposta à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de transferir para um fundo 38% das ações que detém na Solpart, que é controladora da Brasil Telecom. Costa disse que não tem como interferir no processo, mas assegurou que o ministério está fazendo um "acompanhamento rigoroso" do que vem acontecendo. "Eu particularmente tenho muita preocupação de que esta estrutura fuja das mãos de empresas brasileiras."O presidente da TIM, Mário César Pereira de Araújo, que se reuniu no início da noite de ontem com Costa, disse que a proposta encaminhada à Anatel "acaba com o problema (da sobreposição de licenças) para a TIM Brasil e a para a Brasil Telecom, sem precisar de intervenção".O gestor do fundo será o Credit Suisse, que administrará a participação, e o JP Morgan está encarregado de negociar a venda. A transferência das ações é o primeiro passo da empresa italiana para resolver o problema da sobreposição, cujo prazo termina no dia 28 deste mês."É uma questão que você tem que analisar primeiro dentro do aspecto empresarial. A empresa lá fora tem dificuldades e, aqui dentro, tem de resolver o problema regulatório", comentou Hélio Costa.A legislação proíbe que uma empresa controle duas operadoras que prestam o mesmo serviço numa mesma área geográfica. A Telecom Italia é controladora direta da TIM e também detém o controle da BrT GSM por meio da Brasil Telecom.As duas operadoras de telefonia móvel atuam nas Regiões Sul, Centro-Oeste e parte da Região Norte. Além da Telecom Italia, são controladores da Brasil Telecom o Citigroup e fundos de pensão.A Anatel confirmou ontem que recebeu a proposta da Telecom Italia. O processo já foi encaminhado para análise das superintendências de Serviços Privados e de Serviços Públicos da agência e depois seguirá para apreciação do conselho diretor.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2006 | 08h56

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.