Cotado a R$ 1,664, dólar encerra o ano com queda de 4,53%

Apesar de dois leilões do BC nesta 5ª feira, moeda caiu 0,89%, patamar que não era verificado desde 18 de outubro

Márcio Rodrigues, da Agência Estado,

30 de dezembro de 2010 | 17h18

No pregão que praticamente encerrou os negócios em 2010, o dólar voltou a cair ante o real, em um dia cheio de oscilações no mercado internacional, com medidas cambiais na Ásia e indicadores dos Estados Unidos. No Brasil, porém, houve uma particularidade: o último dia para formação da Ptax foi um fator adicional de pressão baixista para o dólar, segundo um operador.

No fechamento, o dólar comercial caiu 0,89%, a R$ 1,664 no mercado interbancário de câmbio, patamar que não era verificado desde 18 de outubro. No ano, a moeda acumula queda de 4,53% e no mês, de 2,97%. Na BM&F, a moeda recuou 1,68%, para R$ 1,663.

Para tentar minimizar o recuo da moeda dos EUA ante o real, o Banco Central voltou a fazer dois leilões de compra de dólares, fato que não ocorria desde o começo deste mês. Pela manhã, a taxa de corte definida pelo BC foi de R$ 1,6701. No leilão vespertino, o corte foi de R$ 1,662. "O BC voltou ao mercado duas vezes para evitar uma queda maior. Se não tivesse entrado, o dólar poderia ir para a casa de R$ 1,65", afirma um especialista.

Amanhã, véspera de Ano Novo, será considerado dia útil para o mercado de câmbio, com o Sistema do Banco Central (Sisbacen) disponível para o registro das operações até as 12 horas.

Câmbio turismo

Nas operações de câmbio turismo, o dólar subiu 0,90% hoje para R$ 1,803 (venda) e R$ 1,677 (compra). O euro turismo registrou ganho de 1,15% para R$ 2,367 (venda) e R$ 2,203 (compra), em média.

Tudo o que sabemos sobre:
câmbiodólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.