Crise europeia provoca saques em fundo multimercado e ações

 Fundos de renda fixa receberam R$ 1,8 bilhão no período

Altamiro Silva Júnior,

19 de maio de 2010 | 09h35

A crise europeia e a piora das bolsas mundiais levaram os investidores a fugir das aplicações de maior risco nos últimos dias. O movimento, que se intensificou na semana passada, foi de saques nos fundos de ações e multimercados e aplicações em fundos DI e renda fixa, segundo levantamento do site Fortuna, especializado no mercado de gestão de recursos.

Os multimercados perderam R$ 542 milhões no período entre 7 a 14 de maio. Os fundos de ações registraram saques de R$ 194,7 milhões. Já as aplicações mais conservadoras estão atraindo investidores. Os fundos DI, que vinham perdendo recursos para outros desde o começo do ano, captaram R$ 1,2 bilhão somente na semana passada. Os fundos de renda fixa receberam R$ 1,8 bilhão.

Ao todo, o mercado de fundos de investimento registrou captação líquida de R$ 10 bilhões entre os dias 7 e 14 de maio. No ano, a captação é de R$ 54,3 bilhões.

Os fundos de ações registram o pior desempenho do mercado no mês em termos de rentabilidade. As carteiras perderam 5,5% em maio até o dia 14. Os multimercados rendem 0,29%. Mas quando considerados apenas os fundos voltados para pessoas físicas no varejo, eles perdem 0,08%. Os fundos DI lideram em ganhos, com 0,36%, reflexo da alta da taxa básica de juros (Selic) no final de abril. Em seguida aparecem os fundos de renda fixa, com alta de 0,35%.

Nos fundos de ações, algumas carteiras mais agressivas chegaram a perder 12% em um único dia com a piora do mercado. Foi o caso do fundo GWI Leverage FIA, que teve variação negativa de 12,29% somente na última sexta-feira, dia 14. Segunda-feira, perdeu mais 9,52%. O fundo opera com posições alavancadas e, com a queda da bolsa por conta dos problemas na Europa, foi obrigado a rever essas posições e se desfazer de papéis, como Sul América e B2W.

Segunda-feira, o GWI Pipes, outro fundo alavancado da gestora GWI Asset Management, perdeu 9,10% ao se desfazer de ações da Braskem, que respondiam por 18% do patrimônio da carteira. No mês, o fundo acumula perda de 28%.

Tudo o que sabemos sobre:
fundosfortunamultimercadoDI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.