Cruzeiro do Sul retoma oferta primária e secundária de ações

Ao analisar pedido apresentado em dezembro de 2009, CVM pediu ao banco ajustes nos balanços

Agência Estado,

23 de março de 2010 | 18h59

O Banco Cruzeiro do Sul retomou o processo de oferta primária e secundária de ações e protocolou hoje na Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima) pedido de análise da operação, estimada em cerca de R$ 400 milhões.

 

A oferta havia sido aprovada pelo conselho de administração da instituição financeira em dezembro de 2009, mas no mês seguinte a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) determinou o arquivamento do pedido de análise prévia para que o banco adequasse a apresentação de demonstrações financeiras consolidadas, de acordo com o disposto no Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) nº 36 e em linha com as normas contábeis internacionais (IFRS).

 

Nesse meio tempo, o Cruzeiro do Sul fechou uma captação externa de bônus no valor de US$ 250 milhões.

 

Em fato relevante, o banco informa que pretende usar os recursos da oferta para ampliar a base de capital, possibilitando o crescimento da carteira de crédito.

 

Tudo o que sabemos sobre:
açõesbolsaofertaCruzeiro do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.