CSN cai e Petrobras sobe; Ibovespa avança 0,44%

As ações da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) estão em queda hoje na Bolsa de Valores de São Paulo, enquanto as ações da Petrobras recuperam parte das perdas dos últimos dias. As ações da CSN recuam com a notícia de que a indiana Tata Steel deve aumentar sua oferta de compra pela anglo-holandesa Corus Group, que também é disputada pela siderúrgica brasileira. Outra informação na imprensa hoje diz que a CSN já acertou uma ampliação na sua linha de crédito para comprar a Corus. O mercado vende as ações da CSN sempre que há indícios de nova rodada de ofertas entre a brasileira e a indiana Tata, pois a disputa acaba fazendo com que a CSN tenha de oferecer cada vez mais dinheiro para tentar comprar a anglo-holandesa. Às 12h57, a ação ordinária da CSN registrava perda de 0,68%, cotada a R$ 59,79. A desvalorização acumulada em janeiro é de 7,30%. Já a Petrobras se recupera da baixa de ontem, apoiada na ligeira alta dos preços do petróleo no mercado internacional hoje. Às 12h55, as ações ordinárias da estatal subiam 1,26% a R$ 48,86, mas a perda acumulada em janeiro ainda soma 9,5%. As ações preferenciais da Petrobras avançavam 1,15%, cotadas a R$ 43,85, com baixa acumulada no mês de 11%. O índice Bovespa subia 0,44% no mesmo horário, a 42.665 pontos. O volume total de negócios na Bolsa está em R$ 606 milhões, projetando para o final do dia giro financeiro de R$ 2,3 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.