CSN pode entrar na disputa pela Corus, diz jornal da Índia

O jornal Daily News & Analysis, da Índia, afirma hoje que a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e a empresa russa OAO Severstal podem entrar na disputa para assumir o controle do grupo fabricante de aço anglo-holandês Corus. Por enquanto, apenas o grupo indiano Tata Steel confirmou estar interessado na Corus, e a expectativa nos mercados é que ele formalize sua proposta nos próximos dias.Segundo o diário indiano, a CSN e a Severstal precisam anunciar sua intenção agora e esperar pelo próximo passo da Tata. "Mas alguns analistas acreditam que a CSN vai desistir do negócio, pois o preço de aquisição poderá superar os US$ 10 bilhões que deverão ser oferecidos pelo Tata", disse o jornal. No entanto, afirma o Daily News & Analysis, os termos do negócio poderão se assemelhar ao fechado entre a Arcelor e Mittal, o que poderá não aumentar o preço pela Corus, mesmo que o número de ofertas seja maior.Ao mesmo tempo, analistas apontam que as características da Corus se encaixam tanto nas necessidades da Tata Steel como da CSN. A Corus poderia se beneficiar da matéria-prima fornecida pelas duas empresas. A empresa brasileira "poderia ganhar um relevante canal de distribuição na Europa".

Agencia Estado,

10 de outubro de 2006 | 07h51

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.