CSN registra em Portugal oferta por Cimpor

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) publicou ontem, no final da noite, a oferta pública de aquisição (OPA) do total de ações da empresa de cimentos portuguesa Cimpor no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o órgão regulador do setor em Portugal. O prazo da oferta vai até o dia 17 de fevereiro, quando a proposta de compra feita aos acionistas da cimenteira portuguesa se encerra.

AGÊNCIA ESTADO,

28 Janeiro 2010 | 10h34

 

No anúncio da oferta, a CSN mantém o preço de 5,75 euros por ação por 100% da Cimpor. O valor total da oferta é de 3,864 bilhões de euros e o intermediário financeiro é o Banco Espírito Santo de Investimento.

 

No prospecto preliminar, a CSN alerta para o risco de não saírem as autorizações consideradas necessárias para o negócio ou a imposição de condições que possam eventualmente afetar a atividade da Cimpor, conforme venha a ser decidido pelas autoridades competentes. Segundo o documento, serão necessárias as autorizações da União Europeia, da Turquia, da China e da África do Sul.

 

A empresa alerta ainda que, caso venham a ser aplicadas à CSN ou à Cimpor penalidades decorrentes única e exclusivamente da conclusão com sucesso da oferta antes da obtenção das autorizações das autoridades de concorrência, a CSN assumirá a responsabilidade.

 

O anúncio de intenção de realizar a OPA foi feito pela CSN em 18 de dezembro. Além da CSN, outras duas empresas brasileiras anunciaram que estão na corrida pela Cimpor. A Camargo Corrêa tem até hoje para confirmar se vai anunciar uma oferta concorrente, depois de ter proposto uma fusão com a cimenteira - o que foi recusado pela CMVM. A Votorantim também apresentou proposta aos acionistas para adquirir uma participação da cimenteira.

Mais conteúdo sobre:
CMVM CSN Cimpor

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.