CSN remarca assembleia para cancelamento de 27,3 mi de ações

Uma vez aprovado o cancelamento proposto, o capital social da companhia passará a ser representado por 1.483.033.685 ações ordinárias

Agência Estado,

20 de outubro de 2010 | 15h35

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) informa que não houve quorum mínimo hoje na assembleia geral extraordinária (AGE) convocada para votar proposta de cancelamento de 27.325.535 ações atualmente mantidas em tesouraria, sem redução do capital social. A AGE foi remarcada para 1º de novembro, em segunda convocação.

 

A operação visa liberar parcialmente 52.389.112 ações que, conforme divulgado anteriormente, encontravam-se penhoradas em virtude do acordo celebrado entre a companhia e a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional do Rio de Janeiro, visando garantir débitos relativos a determinadas execuções fiscais. De acordo com comunicado divulgado no início do mês, as demais 25.063.577 ações que permanecem penhoradas serão devidamente mantidas em tesouraria, até que seja obtida a sua liberação.

 

Uma vez aprovado o cancelamento proposto, o capital social da companhia passará a ser representado por 1.483.033.685 ações ordinárias.

Tudo o que sabemos sobre:
CSNcancelamentoações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.