CSN sobe e Fibria lidera quedas do Ibovespa após balanço

As ações da CSN são um dos destaques de alta na abertura do pregão desta sexta-feira, com alta de 2,12%, após a siderúrgica anunciar o balanço do quarto trimestre. O lucro líquido de R$ 745,43 milhões nos últimos três meses de 2009 ficou 9% acima da média das estimativas de cinco instituições financeiras consultadas pela Agência Estado - Fator, Deutsche Bank, Bradesco, Itaú e Santander, que era de R$ 683,82 milhões.

Agência Estado,

26 de fevereiro de 2010 | 11h52

 

Os papéis ON da Fibria, que registrou prejuízo líquido de R$ 150 milhões no quarto trimestre de 2009, quando o mercado esperava lucro líquido, reagem em queda de 3,56%, a maior do Ibovespa. Vale lembrar que as ações da fabricante de papel e celulose resultante da união entre Aracruz e VCP já haviam caído 3% ontem.

Tudo o que sabemos sobre:
ações, Bolsa, CSN, Fibria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.