CVM aplica multas a executivos da Mesbla Trust

Eduardo Rodrigues Neto e José Domingos Del Ciello são acusados de irregularidades relacionadas à suspensão do registro de companhia aberta Mesbla Trust de Recebíveis de Cartão de Crédito S.A

Sabrina Valle, da Agência Estado,

22 de julho de 2010 | 16h29

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) tornou pública nesta quinta-feira, 22, decisão do último dia 13 de aplicar advertências a Eduardo Rodrigues Neto e José Domingos Del Ciello. Os executivos são acusados de irregularidades relacionadas à suspensão do registro de companhia aberta Mesbla Trust de Recebíveis de Cartão de Crédito S.A, o que ocorreu em 2004.

Rodrigues, diretor da empresa, recebeu a advertência por não ter providenciado a elaboração das demonstrações financeiras referentes aos exercícios sociais findos entre dezembro de 1999 e dezembro de 2003. Ciello, diretor e membro do conselho de administração, recebeu a punição por não convocar assembleias gerais e elaborar demonstrações financeiras.

O colegiado da CVM também decidiu absolver Aníbal Faria, diretor de Relações com o Mercado, da acusação de não ter mantido atualizado o registro de companhia aberta da empresa a partir de maio de 1999 até a suspensão do registro em outubro de 2004. Também foi absolvido da acusação de não ter providenciado a elaboração dos relatórios financeiros entre 1999 e 2003.

Os acusados podem recorrer ao Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional, o chamado conselhinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.