CVM autoriza negociações da ICE Europe

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou a instalação no Brasil de telas de acesso ao sistema de negociação da ICE Futures Europe (ICE Europe), uma bolsa eletrônica que oferece negociações em contratos futuros e de opções sobre futuros de commodities de energia.

SABRINA VALLE, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2011 | 16h37

A empresa tem sede em Londres e a plataforma opera em 55 jurisdições ao redor do mundo, incluindo os Estados Unidos, países da Europa, da Ásia e do Oriente Médio.

A ICE Europe compete atualmente com bolsas como a New York Mercantile Exchange (Nymex), a Tokyo Commodity Exchange e bolsas de energia e gás natural europeias, como a European Energy Exchange. É usada como referência para consulta de contratos futuros de petróleo tipo Brent e WTI, por exemplo.

O pedido de instalação da bolsa foi feito à CVM em 24 de junho de 2010, junto com uma solicitação para que a consulta ficasse sob sigilo.

Segundo a CVM, a ICE Europe pretende oferecer a investidores residentes no Brasil a oportunidade de negociarem ativos registrados no seu sistema de negociação, por meio da instalação de telas de acesso em instituições integrantes do sistema de distribuição.

A lista de intermediários brasileiros que terão acesso direto à plataforma de negociação da bolsa estrangeira estará disponível no site da bolsa. Os intermediários brasileiros acessarão a plataforma via internet, mediante a utilização de um software específico para a conexão.

Segundo o pedido enviado à CVM, a ICE Europe não tem planos imediatos de estabelecer um escritório no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
commoditiespetróleofuturosICECVM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.