CVM da Venezuela suspende ações da CANTV por 48h

A Comissão de Valores Mobiliários da Venezuela suspendeu a negociação dos papéis da Compania Nacional Telefonos de Venezuela (CANTV) por 48 horas a partir de hoje. As ações da companhia caíram 30% na sessão de hoje, em Caracas. O preço ficou em 6,820 bolívares, ante os 9,780 bolívares do dia anterior. A queda se deve ao anúncio, feito pelo presidente Hugo Chávez, de que a companhia e o setor de eletricidade serão nacionalizados. Os reguladores também suspenderam por 48 horas as negociações dos papéis da Eletricidad de Caracas (EDC), controlada pela norte-americana AES. As ações da elétrica caíram 20,4% hoje. Em comunicado, o presidente da bolsa de valores local, Nelson Ortiz, disse que as autoridades reguladoras determinaram a interrupção dos negócios para que os investidores obtenham mais informações sobre o futuro das companhias. As regras locais determinam que o sistema não permita variações de preços que superem 20% em relação ao fechamento anterior, observou Ortiz. A negociação das ações da EDC deve ser retomada na quinta-feira, às 11h52 (horário local). Já os papéis da CANTV devem voltar a ser negociados na sexta-feira. O índice da bolsa de Caracas fechou em queda de 18,7%, em dia de vendas maciças. Nervosos, os investidores venderam ações e compraram dólares. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.