CVM pede esclarecimento e estréia do POP, na Bovespa, é adiada

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) informa que o lançamento do POP - Proteção do Investimento com Participação, inicialmente previsto para começar a ser negociado amanhã, foi temporariamente suspenso. A Bolsa atende a uma determinação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A autarquia solicitou que sejam prestados ao mercado esclarecimentos adicionais a respeito do POP, motivada por informações publicadas na imprensa, "especificamente sobre os riscos inerentes ao mercado de renda variável". Em comunicado, Bovespa e CBLC afirmam que "já estão providenciando os esclarecimentos solicitados e oportunamente comunicarão ao mercado a nova data de início das negociações com o POP".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.