CVM suspende consultoria financeira Swim Worldwide

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) determinou hoje a suspensão imediata da veiculação no Brasil de ofertas pela consultoria financeira Swim Worldwide. A empresa se apresenta na internet (www.swimworldwide.com/en) como uma consultoria financeira privada que auxilia clientes em qualquer aspecto financeiro. A CVM alerta que a Swim Worldwide não está autorizada pela autarquia a exercer quaisquer atividades no mercado de valores mobiliários.

SABRINA VALLE, Agencia Estado

28 de julho de 2011 | 10h15

A empresa, cuja página na internet em inglês, diz ter escritórios em São Paulo e no Rio, está vetada a ofertar serviços de consultoria de valores mobiliários, de participação em fundos de investimento ou de qualquer outro valor mobiliário, disse a autarquia. O órgão constatou que a empresa está oferecendo no Brasil serviços de consultoria de valores mobiliários e participação em fundos de investimento constituídos no exterior.

O descumprimento da determinação da CVM enseja multa cominatória diária no valor de R$ 5 mil, sem que isso minimize ou afete a consultoria de responsabilidade pelas infrações já cometidas, com a imposição das penalidades cabíveis. A CVM pede a investidores que recebam propostas que comuniquem o fato pelo Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) na página da autarquia (www.cvm.gov.br), em "Fale com a CVM".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.