Dado de renda nos EUA pode afastar insegurança

São Paulo, 30 de março - A fragilidade e a volatilidade nos mercados internacionais podem continuar, já que o impasse geopolítico entre o Irã e o Reino Unido permanece, e isso tende a provocar altas variações de preços principalmente nos mercados de ações. Outra preocupação dos investidores é quanto ao risco de recessão nos Estados Unidos e à alta da inflação no país. Dessa forma, é grande a expectativa com a divulgação dos dados de renda e gastos pessoais dos norte-americanos. Todos os horários de eventos e divulgação de dados no exterior são de Brasília. Indústria/FGV - A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulga, às 8 horas, sondagem da indústria de março. EUA/Renda - O Departamento do Comércio dos Estados Unidos divulga, às 9h30, os dados de renda e gastos pessoais de fevereiro. EUA/Fed - O presidente do Federal Reserve (o banco central dos EUA), Ben Bernanke, fala, às 13h30, sobre a "Lei da Comunidade de Reinvestimento: sua evolução e novos desafios", em uma conferência promovida pelo banco central norte-americano. EUA/Indústria - O Instituto para Gestão de Oferta (ISM, ex-NAPM) divulga, às 10h45, seu indicador de atividade industrial dos gerentes de compra de março. EUA/Construção - O Departamento do Comércio dos Estados Unidos divulga, às 11 horas, o indicador de gastos com construção de fevereiro. EUA/Consumidor - A Universidade de Michigan divulga, às 11 horas, para seus assinantes, o indicador de sentimento do consumidor norte-americano final de março. EUA/Fed/Filadélfia - O presidente do Fed da Filadélfia, Charles Plosser, discursa, às 9h30, na conferência da Community Affairs Research na Filadélfia. Brasil/Balanços - Abyara, Bradespar, MMX e Vigor divulgam balanços.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.