Dados de emprego mantêm Bolsas de NY em alta

As bolsas norte-americanas seguem em alta, apoiada na indicação de que o comitê de mercado aberto (FOMC) do banco central americano poderá votar pela pausa no processo de alta do juro norte-americano na próxima terça-feira. Os relatórios de julho do mercado de trabalho nos EUA mostraram crescimento menor do que o esperado de novas vagas, projetando para 15% a chance embutida nos contratos futuros dos Federal Funds de a taxa de juro atingir 5,5% ao ano na terça-feira. Ontem, os contratos embutiam 42% de chance. O juro do título de 10 anos de prazo do Tesouro americano despencou mais de 1%. Às 11h46 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,63% e o Nasdaq avançava 0,75%. Na Europa, Londres subia 0,91%, Frankfurt ganhava 1,45% e Paris somava 1,10%. O juro do T-Note de 10 anos caía 1,26% para 4,8895%. O dólar caía para 114,27 ienes e o euro subia para US$ 1,2897. Em julho, foram criadas 113 mil novos postos de trabalho nos EUA em relação a junho, abaixo da expectativa de um aumento de 150 mil. Paralelamente, a taxa de desemprego subiu para 4,8%, de previsão de 4,6%. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

04 de agosto de 2006 | 11h48

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.