Dados de emprego nos EUA podem impactar o mercado

São Paulo, 1º de setembro - A divulgação, antes da abertura dos negócios na Bovespa, de dados sobre o nível de emprego nos Estados Unidos pode ditar os rumos dos mercados hoje. O relatório, conhecido como payroll, é um dos indicadores econômicos mais observados pelo banco central norte-americano para avaliar a atividade econômica do país e a inflação. Alguns mercados fecharão mais cedo nos EUA, por causa do feriado da segunda-feira (dia do Trabalho). Os mercados de ações, contudo, vão operar em horário normal. EUA/Emprego - O Departamento do Trabalho dos EUA divulga às 9h30 (horário de Brasília) o relatório com os dados do nível de emprego em agosto. Economistas esperam que tenham sido criados 130 mil postos de trabalho em agosto. Em julho, foram criados 113 mil vagas. Para o desemprego, é esperada taxa de 4,7%, ante 4,8% em julho. Faz parte ainda do relatório a variação no salário médio por hora trabalhada. EUA/Consumidor - Às 10h45 (de Brasília), a Universidade de Michigan divulga para seus assinantes o índice de sentimento do consumidor final de agosto. É esperada alta para 79,2 na pesquisa final, ante 78,7 na pesquisa preliminar. EUA/Indústria - Às 11 horas (de Brasília), o Instituto para Gestão de Oferta (ISM, ex-NAPM) divulga o índice de atividade industrial nacional dos gerentes de compras referente a agosto. EUA/Construção - O Departamento do Comércio divulga às 11 horas (de Brasília) o indicador de gastos (investimentos) no setor de construção em julho. No mesmo horário, serão divulgados os dados de vendas pendentes de imóveis residenciais em julho. EUA/Discurso - O presidente do Federal Reserve (banco central dos EUA), Ben Bernanke, fará breve discurso às 11 horas (de Brasília), ao receber a condecoração Ordem de Palmetto, em Dillon (Carolina do Sul). FGV/IPC-S - A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulga às 8 horas o Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) fechado de agosto.

Agencia Estado,

01 de setembro de 2006 | 07h00

Tudo o que sabemos sobre:
agenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.