Decisão do Fed faz bolsas dos EUA caírem

As bolsas de Nova York fecharam em queda depois de a decisão de política monetária do Federal Reserve alimentar expectativas de que as taxas de juros comecem a ser elevadas mais cedo do que o esperado.

Agencia Estado

19 de março de 2014 | 18h56

O índice Dow Jones caiu 113 pontos, ou 0,70%, para 16.222 pontos; o Nasdaq recuou 25 pontos, ou 0,59%, para 4.307 pontos; e o S&P 500 perdeu 11 pontos, ou 0,61%, para 1.860 pontos.

O Fed anunciou outra redução de US$ 10 bilhões nas compras mensais de ativos, como esperado, e enfatizou que vai manter os juros baixos por algum tempo depois que as compras de bônus terminarem completamente. Mas 10 dos 16 integrantes do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) disseram que preveem a taxa básica de juros em 1,00% ou mais até o fim de 2015 - um ritmo levemente mais agressivo do que as autoridades do Fed previam anteriormente.

Além disso, o Fed abandonou a referência de 6,5% para a taxa de desemprego a partir da qual o banco central começaria a considerar uma elevação dos juros.

As bolsas ampliaram as perdas depois que, durante a entrevista à imprensa, a presidente do Fed, Janet Yellen, afirmou que provavelmente as taxas de juros seriam elevadas cerca de seis meses após o fim das compras de bônus.

"A maioria dos clientes com quem eu conversei ainda acha que esta é uma oportunidade para compras", disse Doug Crofton, diretor-gerente de operações com ações do Bank of America Merrill Lynch. "Não há muito o que falar, muitas pessoas estão apenas observando", comentou, acrescentando que o volume de negócios nas bolsas continua baixo.

Analistas afirmaram que ficaram mais surpresos com o forte movimento dos mercados do que com as notícias do Fed. "Embora claramente tenha havido uma mudança na política, ela não era totalmente inesperada", disse David Lafferty, estrategista de investimento da Natixis Global Investment Management, em Boston. Segundo ele, alguns investidores que fazem apostas de curto prazo provavelmente esperavam um tom levemente mais acomodatício do Fed.

No noticiário corporativo, as ações da Oracle caíram 0,7% depois de a empresa informar na noite de ontem que os ganhos e a receita em seu terceiro trimestre fiscal subiram menos que o previsto. FedEx também teve queda, de 0,1%, após anunciar resultados do terceiro trimestre fiscal abaixo do esperado.

Já JPMorgan Chase teve alta de 0,4%, em meio ao impulso dado pelo anúncio do Fed às ações do setor bancário. Além disso, o banco disse hoje que concordou em vender seus negócios de operações de commodities para o suíço Mercuria Energy Group por US$ 3,5 bilhões em dinheiro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas de valores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.