Diretor diz que GM continua estudando aliança com Renault/Nissan

O diretor financeiro da General Motors, Fritz Henderson, disse que a companhia continua estudando uma possível aliança com a Renault e a Nissan Motor e que espera encerrar as discussões em 15 de outubro. "Nós, como uma companhia, estamos muito abertos para uma aliança", destacou ele, lembrando que a GM já participou de várias no passado. Falando em conferência com investidores promovida pelo JP Morgan em Paris, Henderson disse que a equipe da GM que está estudando a aliança se pergunta se um acordo "realmente iria agregar valor para os acionistas." Fontes próximas ao assunto afirmam que os representantes da Renault/Nissan estão cada vez mais frustrados com a relativa falta de interesse da GM em entrar num acordo. Segundo essas fontes, os executivos da montadora norte-americana preferem seguir com a reestruturação iniciada há 18 meses e vêem benefícios apenas limitados de uma aliança com a Renault/Nissan.O executivo-chefe da GM, Rick Wagoner, e o da Renault/Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn, deverão se reunir esta semana em Paris para discutir o assunto. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.