Diretor do instituto Ifo alerta para possível colapso econômico na Rússia

Em entrevista à revista alemã WirtschaftsWoche, o diretor do instituto Ifo alertou para um possível colapso da economia russa. "As reservas externas do país são suficientes para cumprir as obrigações de dívidas por dois anos", mas o país não deve mais ter um saldo comercial positivo devido à queda nos preços do petróleo, afirma Hans-Werner Sinn.

Estadão Conteúdo

03 de janeiro de 2015 | 11h09

Sinn argumenta que um colapso total da economia russa não deve ser descartado, algo que teria consequências negativas não apenas para bancos da França e da Áustria, mas também para a indústria alemã.

Segundo ele, para evitar acumular dívidas, a Rússia precisa fazer uma "redução dramática das importações, o que expõe a população russa a uma grande tensão psicológica", o que pode trazer sérios riscos de desestabilização ao país. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
IfoRússiaeconomiacolapsopetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.