Jacquelyn Martin/AP
Jacquelyn Martin/AP

Discurso da presidente do Fed frustra mercado e Bolsa cai

Aposta era de que Yellen poderia reforçar a tendência de alta de juros nos EUA já em dezembro; dólar devolveu alta e terminou praticamente estável

Claudia Violante, O Estado de S. Paulo

12 de novembro de 2015 | 18h12

SÃO PAULO - O forte fluxo comprador de investidores estrangeiros não impediu a Bovespa de terminar a sessão desta quinta-feira em queda. A indefinição sobre o início do aperto monetário nos Estados Unidos e a queda do preço do petróleo pressionaram as bolsas no exterior e aqui. Ao mesmo tempo, o dólar, que chegou a subir mais de 1% antes da fala da presidente do Federal Reserve, desacelerou à tarde e encerrou o dia praticamente estável. 

O Ibovespa terminou o dia em baixa de 0,39%, aos 46.883,57 pontos. Na mínima, marcou 46.696 pontos (-0,78%) e, na máxima, 47.460 pontos (+0,84%). O dólar acabou terminando o dia com elevação de apenas 0,09%, a R$ 3,7702, depois de marcar a máxima de R$ 3,8254 (+1,55%) na metade do dia.

Em parte da sessão, o mercado ficou na expectativa do que diria a presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, em discurso no começo da tarde. A aposta era de que Yellen poderia reforçar a tendência de alta de juros já em dezembro, corroborando comunicados recentes da instituição e alguns dados econômicos. Mas ela nada disse e o dólar voltou. 

A Bovespa repercutiu ainda resultados de empresas como Banco do Brasil - além da expectativa pelos números da Petrobrás, e também digeriu os acontecimentos recentes no Congresso, como a aprovação do projeto de repatriação, na noite de ontem. 

Petrobrás caiu 2,59% na ON e 1,81% na PN. Vale terminou em baixa de 1,76% na ON e de 1,02% na PNA. O Banco do Brasil, que divulgou seus números, caiu 0,29%. Bradesco PN cedeu 0,05%, Itaú Unibanco PN subiu 0,28%, Santander unit perdeu 1,05%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.