Dívida dos EUA derruba mercados asiáticos; HK -1,3%

As Bolsas da Ásia fecharam no vermelho nesta terça-feira. O alerta da agência de classificação de risco Standard & Poor''s sobre a dívida dos Estados Unidos trouxe preocupações para os investidores da região.

RICARDO CRIEZ E ROBERTO CARLOS DOS SANTOS, Agencia Estado

20 de abril de 2011 | 14h43

Este foi o caso na Bolsa de Hong Kong, que apresentou baixa pela quarta sessão seguida. O índice Hang Seng caiu 309,69 pontos, ou 1,3%, e encerrou aos 23.250,62.

Já as Bolsas da China seguiram a tendência dos demais mercados regionais. O declínio foi liderado pelas empresas de metais e as mineradoras de carvão, por conta da queda global nos preços das commodities. O índice Xangai Composto cedeu 1,9% e fechou aos 2.999,04 pontos. O índice Shenzhen Composto caiu 1% e terminou aos 1.269,32 pontos.

O yuan se desvalorizou sobre o dólar, com a moeda norte-americana consolidando ganhos. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,5305 yuans, de 6,5287 yuans do fechamento de segunda-feira. A taxa de paridade central dólar-yuan foi fixada em 6,5346 yuans, de 6,5310 yuans ontem.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, encerrou o dia em baixa, influenciada ainda pelo alerta sobre os lucros da Texas Instruments no 2º trimestre. O índice Taiwan Weighted recuou 0,87% e fechou aos 8.638,55 pontos, após ter atingido a mínima de 8.592,23 pontos.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi, da Bolsa de Seul, baixou 0,7% e fechou aos 2.122,68 pontos, com os investidores estrangeiros estendendo as vendas pela sexta sessão consecutiva.

A Austrália também esteve preocupada com a crise de débito europeia. O índice S&P/ASX 200, da Bolsa de Sydney, perdeu 1,4% e encerrou aos 4.793,3 pontos.

Nas Filipinas, a Bolsa de Manila também fechou em baixa. O índice PSE encerrou com perda de 0,56%, aos 4.245,21 pontos.

A Bolsa de Cingapura fechou em baixa, seguindo a maioria dos mercados, que ficaram sob pressão após o alerta da Standard & Poor''s. O índice Straits Times caiu 0,6% e fechou aos 3.125,37 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 0,2% e fechou aos 3.732,65 pontos, uma vez que compras à tarde de papeis de bancos e telecomunicações conduziram o índice ao terreno positivo após permanecer no negativo a maior parte da sessão.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, teve alta de 0,5% e fechou aos 1.095,88 pontos, com procura por barganhas revertendo as perdas da manhã.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 0,4% e fechou aos 1.521,53 pontos, também afetado pelo alerta da S&P sobre a dívida soberana dos EUA. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.