Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Dólar à vista encerra a R$ 2,135, baixa de 2,33%

O dólar à vista negociado no pregão viva-voz da Bolsa de Valores de São Paulo (BM&F) fechou hoje em queda forte, de 2,33%, cotado a R$ 2,135 - após acumular ganhos de 6,12% nas últimas três sessões. A reversão da alta refletiu a devolução pelos investidores de parte das posições compradas (apostas na alta) assumidas desde quinta-feira passada no mercado futuro de dólar, que afetou diretamente o comportamento do pronto. Esse movimento de realização de lucros no curtíssimo prazo foi estimulado pelo recuo dos juros dos títulos do Tesouro americano (Treasuries) hoje, após o núcleo da inflação americana ao produtor (PPI) ter ficado abaixo do esperado, e dos números fracos sobre obras de imóveis residenciais iniciadas nos EUA. Esses dados dos EUA trouxeram certo alívio hoje, mas ainda há muita expectativa sobre o discurso hoje à noite do presidente do Federal Reserve (banco central americano), Ben Bernanke, e sobre os dados de inflação ao consumidor norte-americano (CPI) de abril, que saem amanhã. Se o CPI amanhã ratificar números mais fracos de inflação como mostrou o núcleo do PPI hoje, alguns analistas prevêem que o dólar cair mais lá fora. Hoje, o dólar já caiu ante outras moedas internacionais. Além disso, o risco Brasil se enfraqueceu favorecendo a desaceleração do pronto, segundo operadores de câmbio.

Agencia Estado,

16 de maio de 2006 | 16h33

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.