Dólar abre em alta, a R$ 2,10; quadro externo preocupa

O dólar abriu em alta hoje, nos primeiros negócios fechados no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). Às 9h14, a moeda norte-americana estava cotada a R$ 2,101, valorização de 0,86% sobre a taxa do final do dia ontem. O vencimento dos contratos futuros de câmbio de março na BM&F, na virada do mês, pode distorcer o comportamento do mercado doméstico de câmbio hoje e amanhã. Nos últimos dias, o vaivém das cotações é ditado prioritariamente pelo fluxo de recursos e pelas expectativas com as atuações do Banco Central. Mas esta manhã o cenário internacional influencia pela forte queda registrada na Bolsa da China (-8,8%), que está afetando negativamente outros ativos ao redor do mundo, entre eles, os índices futuros das bolsas de Nova York e os mercados acionários europeus. Como reflexo das tensões internacionais, por aqui registrou-se abertura do dólar em alta. Mas o mercado está fortemente "vendido" (aposta na baixa do dólar) na BM&F e o jogo pela formação da Ptax (taxa de referência do Banco Central que vai liquidar os contratos futuros de câmbio) pode limitar essa valorização do dólar. De qualquer forma, a expectativa é de um dia agitado, com boas oportunidades de negócios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.