Dólar abre em alta de 0,18%, negociado a R$ 2,178

O dólar comercial abriu em alta de 0,18%, negociado a R$ 2,178 no mercado interbancário, nas operações de liquidação à vista. Não há destaques na agenda doméstica que possam mexer forte com o câmbio hoje, já que os dados da balança comercial sairão amanhã. Como hoje é o último dia útil do mês, o Ministério do Desenvolvimento adiou para terça-feira a divulgação dos últimos números de julho. Mas vale lembrar que, com a iminente presença do Banco Central nos negócios (leilões de compra de divisas no mercado à vista), o dólar não deve ter espaço para recuos acentuados nem grande volatilidade. Os "vendidos" (quem aposta na baixa do dólar) até podem tentar aproveitar para desvalorizar a moeda, antecipando a formação de uma Ptax (média do dólar definida pelo Banco Central) baixa para hoje. Amanhã vencem os contratos futuros de agosto na Bolsa de Mercadorias & Futuros que serão liquidados pela Ptax desta segunda-feira. A perspectiva é que hoje, se não houver espaço para diminuir as cotações do dólar, haja, pelo menos, um esforço para impedir que elas subam. Mas nesta manhã, os sinais negativos do exterior não colaboram para isso. As taxas de juros dos títulos do Tesouro dos EUA subiam e os índices futuros das Bolsas de Nova York mostravam recuo. Os mercados acionários europeus também operavam no negativo. O petróleo subia no mercado futuro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.