Dólar abre em alta de 0,42%, cotado a R$ 2,142

Depois de fechar em baixa ontem, o dólar abriu mais pressionado nesta manhã, acompanhando o mercado externo. O primeiro negócio fechado hoje no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros foi a R$ 2,142, alta de 0,42%. No exterior, o principal fator de cautela vem dos juros dos títulos do Tesouro norte-americano. A taxa do papel de 10 anos nos EUA passou hoje dos 5% pela primeira vez desde junho de 2002. Além disso, o próprio feriado prolongado da Páscoa deve ser um fator adicional de cautela, sobretudo num momento de recrudescimento do risco geopolítico diante da tensão do Ocidente com o programa nuclear do Irã. A liquidez do mercado cambial já foi menor ontem, dado que muitos investidores teriam realizado operações nos dias anteriores para se antecipar ao feriado. A queda dos juros futuros também é um fator de sustentação para o dólar. Contudo, o fluxo constante proporcionado pelas exportações deve continuar evitando altas maiores da moeda americana contra o real.

Agencia Estado,

13 Abril 2006 | 09h14

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.