Dólar abre em baixa à espera de resultado fiscal

O dólar abriu em queda no mercado à vista e com sinais mistos na BM&FBovespa, onde a volatilidade predomina diante da briga entre comprados e vendidos em derivativos cambiais em torno da definição da última Ptax de fevereiro até 13 horas. Essa taxa servirá na próxima Quarta-feira de Cinzas para a liquidação e ajustes desses contratos cambiais e também das posições em swap cambial negociadas pelo Banco Central por meio de seus leilões diários.

FERNANDO TRAVAGLINI, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2014 | 10h21

A tendência de baixa para a moeda dos Estados Unidos ante o real se manteve na abertura dos negócios. Nos últimos 11 dias úteis, o dólar recuou em nove sessões, acumulando perdas de 4,17% no período. E hoje voltou a abrir em queda no à vista, a R$ 2,320 (-0,09%) para, em seguida, registrar mínima a R$ 2,3150 (-0,30%). Às 9h54, no entanto, passado o leilão de swap tradicional, a moeda virou e mostrava alta, a R$ 2,3280 (+0,26%), na máxima até então.

Os investidores aguardam ainda a divulgação do resultado das contas públicas em janeiro. Será o primeiro relatório após a divulgação da meta de superávit primário para 2014, de 1,9%, e servirá de termômetro da real disposição do governo em controlar os gastos públicos. Às 11 horas, será divulgado o resultado do Governo Central (Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência). Já o setor público consolidado, que inclui Estados, municípios e estatais (exceto Petrobras e Eletrobrás), sairá às 14h30. Nos EUA, saem a segunda estimativa do PIB no quarto trimestre do ano passado (10h30), a atividade industrial e o sentimento do consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:
dólarresultado fiscal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.