Dólar abre em baixa de 0,19% na BM&F, a R$ 2,145

A taxa de câmbio começou o dia em baixa. O primeiro negócio fechado hoje no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) foi com o dólar à vista a R$ 2,145, desvalorização de 0,19% em relação à última transação ontem. Hoje é dia de formação da Ptax, taxa de referência que será usada na liquidação, amanhã, dos contratos futuros de câmbio de novembro e os movimentos técnicos em torno desse vencimento devem pautar boa parte dos negócios do mercado doméstico de câmbio. Até porque, as agendas interna e internacional não prometem grande emoções. As perspectivas para o fluxo e a atuação do BC também devem pesar. No Brasil, o destaque é a audiência pública de Henrique Meirelles no Congresso Nacional, a partir das 10 horas. Por uma exigência de lei, o presidente do Banco Central apresentará a avaliação do cumprimento dos objetivos e metas das políticas monetária, creditícia e cambial referente ao primeiro semestre de 2006. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva também deverá falar, em pronunciamento oficial à Nação. Segundo seus assessores, também está prevista para hoje uma entrevista coletiva do presidente reeleito. Não há horários divulgados e, embora seja certo que o mercado financeiro vai acompanhar as palavras do presidente, não se esperam surpresas. Ontem Lula reafirmou a continuidade da política econômica e isso repercutiu bem junto aos investidores. É consenso que o próximo mandato será voltado ao crescimento econômico e isso, em alguns momentos, gera inseguranças. Por isso, a reafirmação de que inflação e ajuste fiscal permanecerão sob controle é sempre bem recebida. Para a formação de preços do dólar hoje devem pesar ainda as perspectivas de fluxo e de atuação do Banco Central. A autoridade monetária segue agressiva e está tendo influência significativa na sustentação do valor da moeda norte-americana. No seu leilão de ontem, por exemplo, o mercado estimou uma compra de cerca de US$ 400 milhões. Quanto ao fluxo, não há grandes expectativas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.