Dólar abre em baixa de 0,23%, negociado a R$ 2,149

O dólar abriu em baixa no mercado interbancário e no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). Às 9h35, a moeda norte-americana era negociada a R$ 2,149, recuo de 0,23%. O mercado financeiro está voltado hoje para o presidente do banco central norte-americano, Ben Bernanke, que discursa em simpósio econômico no interior dos EUA. A expectativa é que em algum momento de sua fala Bernanke se refira à situação atual da atividade e da inflação dos EUA, principais preocupações dos investidores nos mercados financeiros ao redor do mundo. E hoje não há a divulgação de indicadores que possam mexer com esses temores sobre a economia dos EUA. Na agenda doméstica também não há dados econômicos a serem divulgados. A perspectiva dos analistas é que a apreensão com o cenário externo, que vem afetando as transações do câmbio, tenha continuidade na manhã desta sexta-feira. Isso deve levar os investidores domésticos a seguir o tom dado pelos negócios feitos nos mercados desenvolvidos, principalmente o norte-americano. Se o tom morno permanecer, o mercado doméstico de câmbio pode definir a trajetória das cotações pelo fluxo de recursos. Ontem, depois das altas acumuladas no valor do dólar nos últimos dias, os exportadores atuaram fortemente. Além disso, ontem à tarde havia uma percepção que em sua atuação de ontem, o Banco Central comprou poucos dólares e isso pode significar maior liquidez nas mesas esta sexta-feira, o que contribuiria para uma queda no dólar.

Agencia Estado,

25 de agosto de 2006 | 09h41

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.