Dólar abre em baixa de 0,28% na BM&F a R$ 2,142

O dólar à vista abriu em baixa de 0,28% no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros, negociado a R$ 2,142. As atenções do mercado doméstico de câmbio estão voltadas hoje para as reuniões trimestrais dos representantes do Banco Central com analistas, que ocorrerão às 11h30, às 14h30 e às 16 horas. As maiores expectativas recaem sobre eventuais pistas sobre a disposição do BC manter a compra de dólares e a condução da política monetária. Enquanto as conclusões tiradas da reunião não chegam para esquentar os negócios, o cenário internacional seguirá na mira dos investidores. A perspectiva de que o Federal Reserve (banco central americano) sustentará a pausa na trajetória de alta do juro em sua próxima reunião em setembro continua firme e virou praticamente um consenso. E isso é considerado positivo pelo mercado doméstico. Porém, crescem cada vez mais as dúvidas sobre o tamanho do desaquecimento da economia dos EUA. Os últimos indicadores que têm sido divulgados estão resultando em revisões das estimativas de PIB norte-americano para baixo e alguns analistas temem que a queda na atividade não seja acompanhada pela inflação. Eles vislumbram a possibilidade de estagflação da maior economia do planeta, o que teria implicações negativas ao redor do mundo. A cautela gerada pela possibilidade desse quadro deve começar a influenciar os negócios do mercado financeiro hoje, dia em que a agenda não apresenta nenhum dado novo. Vale ressaltar, no entanto, que essa cautela vem sendo antecipada desde a semana no mercado doméstico de câmbio, quando os investidores fizeram pequenos movimentos de realização de lucros. Isso resultou em alta do dólar na quinta e na sexta-feira da semana passada e criou a perspectiva de que a onda se estenda por mais tempo. O comportamento dos principais ativos internacionais favorecem a realização doméstica.

Agencia Estado,

21 de agosto de 2006 | 09h47

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.