Dólar abre em leve baixa, cotado a R$ 2,089

A taxa de câmbio registra leve baixa no início do pregão viva-voz na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O primeiro contrato de dólar à vista foi acertado a R$ 2,0897, recuo de 0,04% em relação ao preço do final da sessão de ontem. No mercado interbancário, o dólar comercial também foi negociado às 10h20, no primeiro negócios do dia, a R$ 2,089. A agenda de indicadores norte-americanos pode render alguma variação de taxas no mercado de câmbio. O presidente do banco central americano (Fed), Ben Bernanke, volta ao Congresso hoje, desta vez ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara, em Washington, para continuar a responder dúvidas sobre a economia dos EUA. Ontem ele discursou no Senado americano, num tom "suave", ao dizer que vê sinais de que as pressões inflacionárias estão cedendo e que o Produto Interno Bruto do país crescerá a taxas moderadas. No noticiário doméstico, o dia começou com mais uma taxa de inflação mostrando queda. A segunda prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) de fevereiro ficou em 0,13%. Em janeiro, o IGP-M havia subido 0,44% naquela prévia. Quanto ao Banco Central, monitorado diariamente pelos investidores em câmbio, a última avaliação é de que a autoridade monetária seguirá enxugando o fluxo do mercado, ou seja, comprando os dólares excedentes. No leilão de ontem, estima-se que o BC tenha recolhido mais de US$ 400 milhões, mas a uma taxa inferior ao preço de mercado e que eliminou boa parte das propostas apresentadas pelas instituições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.