Dólar abre em leve baixa, cotado a R$ 2,133 na BM&F

O primeiro contrato de câmbio à vista do dia foi fechado a R$ 2,133 por dólar no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), leve baixa de 0,05% em relação à cotação do fechamento dos negócios ontem à tarde. A compra forte de dólares pelo Banco Central ontem e a expectativa em relação aos indicadores norte-americanos que serão divulgados hoje, entre eles a taxa de inflação ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) de dezembro, devem gerar uma manhã de cautela no mercado doméstico de câmbio. Ontem, a trajetória do câmbio doméstico descolou-se do comportamento internacional, com entradas fortes pelo segmento financeiro, segundo especialistas. O mercado internacional opera em clima ameno hoje, provocado pela decisão do banco central do Japão (BoJ, na sigla em inglês) de não mexer nos juros e manter a política monetária inalterada. As bolsas européias operam em alta e o iene (moeda japonesa) se desvaloriza em relação ao dólar americano. Por aqui, o destaque é a reunião da Cúpula do Mercosul, no Rio de Janeiro. O evento reunirá as lideranças nacionais e seus pares do Mercosul e deve abafar os assuntos internos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.