Dólar abre em queda de 0,28%, cotado a R$ 2,132

A taxa de câmbio abriu em queda no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros. O primeiro negócio com dólar foi fechado esta manhã a R$ 2,132, baixa de 0,28% em relação ao fechamento de sexta-feira passada. O mercado de câmbio deve ter um dia de menor volatilidade hoje, já que não há destaques na agenda dos EUA. Além disso, as Bolsas européias e o euro operam em alta e o preço do petróleo recua nos contratos futuros, o que mostra a tranqüilidade dos investidores internacionais neste início de semana. As taxas de juros dos títulos do Tesouro norte-americano (Treasuries), no entanto, sustentam trajetória de alta e encontram-se perto dos recordes recentes. O título de dez anos mostrava juro superior a 4,78% nesta manhã. Isso deve ser suficiente para deixar o mercado doméstico cauteloso. Internamente, resta ao mercado conhecer os argumentos dos três diretores do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central que defenderam a queda de um ponto porcentual na taxa Selic, mesmo perante a provável redução de liquidez internacional. Os analistas esperam ver isso esclarecido na ata do Copom, que será divulgada na quinta-feira próxima. O documento deve ser o assunto nacional mais importante desta semana. Vale ressaltar que o Banco Central continua ausente do mercado de derivativos de dólar. Mais uma vez, hoje, não haverá leilão de swap cambial reverso. Outro ponto deve merecer destaque na agenda interna esta semana: a definição do PSDB a respeito de seu candidato para a eleição presidencial deste ano. O mercado deve acompanhar de perto o desenrolar dos fatos políticos a partir dessa escolha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.