Dólar abre em queda de 0,32%, cotado a R$ 2,084

A taxa de câmbio começou o dia em queda na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O primeiro negócio com dólar à vista fechado no pregão viva-voz às 9h10 foi à taxa de R$ 2,084, recuo de 0,32% em relação ao final da sessão na sexta-feira passada. A semana é farta em indicadores econômicos aqui e nos EUA, mas começa amena. Hoje, os destaques são internos. A pesquisa Focus, já divulgada pelo Banco Central, habitualmente tem peso maior para o mercado de juros, mas as expectativas em relação a câmbio merecem atenção já que o mercado doméstico tem realimentado a queda das cotações. O câmbio para fim de fevereiro recuou de R$ 2,11 para R$ 2,10 por dólar na Focus de hoje. Para o fim de março, a estimativa repetiu a trajetória, saindo de R$ 2,11 para R$ 2,10. Já a projeção do final deste ano manteve-se estável em R$ 2,15. Para 2008, o mercado ajustou a cotação de R$ 2,25 para R$ 2,24 por dólar. Ou seja, tudo continua conspirando a favor da queda do dólar, na avaliação dos analistas. Para o decorrer da segunda-feira fica ainda a nota mensal de política monetária e operações de crédito do sistema financeiro, que não deve ter potencial para mexer com o mercado, e o resultado do desempenho do Regime Geral de Previdência em janeiro. Esses dados merecem atenção pelo fato de pela primeira vez seguirem a nova orientação do ministério de dar maior transparência ao déficit. Ainda assim, não são números que possam alterar o rumo das cotações do dólar. Do mercado externo, vale lembrar que os pregões viva-voz das Bolsas de Nova York abrem um hora mais cedo a partir de hoje (11h30, de Brasília), por causa do fim do horário de verão no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.