Dólar abre em queda de 0,35%, cotado a R$ 2,196

A cotação do dólar começou o dia em queda no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros. No contrato de liquidação à vista, a moeda norte-americana foi cotada a R$ 2,196 às 9h20, o que representa recuo de 0,35% em relação à taxa do fechamento do pregão ontem. O mercado de câmbio doméstico continua pautado de um lado pelos fatos externos, especialmente os conflitos do Oriente Médio e as incertezas sobre a economia dos EUA, e de outro lado pelo fluxo cambial (entrada e saída de dólares do país), que vem sendo amplamente favorável ao Brasil. Os operadores tentarão monitorar as entradas de recursos, na expectativa de identificar a chegada de dólares provenientes de captações externas feitas recentemente por empresas. Nos últimos dias, esse dinheiro tem engrossado o também forte fluxo comercial, proveniente das exportações. Apesar de o Banco Central ter comprado dólares ontem no mercado, em leilão no início da tarde, a avaliação é de a intervenção foi amena e houve sobra de dólares no mercado. As taxas mínimas de câmbio ontem foram registradas no fechamento, a R$ 2,2037 na BM&F e a R$ 2,205 no mercado interbancário. O movimento de queda teve continuidade no mercado eletrônico da BM&F e hoje o contrato de agosto parte de uma queda de 0,18%, a R$ 2,209.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.