Dólar abre o dia a R$ 2,077 e deve oscilar pouco hoje

A taxa de câmbio registrou leve baixa, de 0,05%, no primeiro negócio fechado hoje no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros. O dólar foi cotado a R$ 2,077, ante o fechamento ontem a R$ 2,078. O banco central do Japão decidiu hoje que os juros básicos serão mantidos em 0,5% ao ano no país. Agora, falta a definição dos juros nos EUA, em decisão que o banco central americano anunciará amanhã à tarde. Por isso, os mercados financeiros globais operam com cautela, depois de um dia de euforia, ontem. No mercado de câmbio doméstico, isso deve traduzir-se numa abertura de lado do dólar, ou seja, a cotação deve registrar pequenas oscilações neste início de dia, sem definir uma tendência. O anúncio do Japão limitou-se a corroborar as expectativas dos economistas, mas isso pode ser considerado uma boa notícia. Depois de uma fase de incertezas e volatilidade como a que se viu recentemente nos mercados, o desenrolar dos fatos dentro do esperado vai tranqüilizando os investidores e trazendo o ambiente de normalidade de volta. Por isso mesmo, embora haja consenso para o resultado do encontro do BC americano (Fed) amanhã (manutenção do juros dos EUA em 5,25% ao ano), a decisão é tão esperada a ponto de retrair os mercados esta terça-feira. E também porque gostaria de antever o futuro mais próximo, para poder respirar mais aliviado, o mercado redobra as atenções sobre o comunicado do Fed, que acompanhará o anúncio da taxa de juros, amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.