Dólar acelera alta ante o real e vai a R$ 2,04

O dólar acelerou os ganhos registrados em relação ao real ao final da manhã desta terça-feira após abrir o pregão em alta, em meio ao acirramento da disputa pela formação da taxa de referência do Banco Central (Ptax) às vésperas do vencimento de US$ 4,5 bilhões em contratos de swap cambial tradicional e antes do discurso do presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, na sexta-feira, que pode sinalizar uma terceira rodada de afrouxamento monetário (QE3). Na opinião de operadores de câmbio o dólar, por enquanto, "não tem motivos para cair", antes desses eventos.

OLÍVIA BULLA, Agencia Estado

28 de agosto de 2012 | 11h26

Pouco depois das 11 horas, o dólar à vista negociado no balcão estava na máxima, a R$ 2,041, em alta de 0,44%, de uma mínima a R$ 2,0330, em ligeira alta de 0,05%. No mesmo horário, na BM&F Bovespa, o contrato futuro do dólar para setembro subia 0,34%, a R$ 2,0440, também na cotação mais elevada do dia. Já o "dólar BC" subia 0,60%, a R$ 2,0414, após a primeira coleta da manhã, às 10h15, a R$ 2,0375.

Tudo o que sabemos sobre:
câmbioalta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.