Dólar acelera queda com fluxo, que reforça giro

Leilão de rolagem de até US$ 500 milhões em swap cambial realizado nesta terça-feira também favoreceu as vendas de exportadores

Silvana Rocha, da Agência Estado,

25 de março de 2014 | 11h53

O dólar acelerou a queda nos mercados à vista e futuro de câmbio com um fluxo cambial aparentemente positivo no mercado à vista, que seria de exportadores. O movimento ajuda a fortalecer o volume de negócios. O leilão de rolagem de até US$ 500 milhões em swap cambial realizado nesta terça-feira, 25, favoreceu as vendas de exportadores antes da operação do BC, disse um operador de uma corretora.

Segundo ele, o fluxo cambial aparentemente positivo se justifica pela manutenção do cupom cambial para abril em baixa, de -1,00% por volta das 11h22, ante -1,37% no encerramento de segunda-feira, 24. O giro à vista às 11h39 estava melhor que o de ontem no mesmo horário e somava US$ 269,8 milhões.

No mercado futuro, a realização de lucros de investidores estrangeiros se ampliou ao longo da manhã, reforçando também o volume de operações com dólar abril, diante do alerta do Banco Central de que poderá usar o colchão de liquidez (reservas) para conter volatilidade excessiva do dólar ante o real, disse o gerente da mesa de derivativos de uma corretora.

O giro com dólar abril somava US$ 10,488 bilhões às 11h40. Nesse horário, o dólar à vista caía 0,43%, a R$ 2,3110. Na BM&FBovespa, o dólar para abril de 2014 recuava 0,64%, a R$ 2,3140.

Tudo o que sabemos sobre:
dólarfluxo cambial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.