Dólar acentua queda e opera abaixo dos R$ 2,10

O dólar à vista acentuou a tendência de queda nesta tarde, embalado pela entrada de recursos ao país e também pelo movimento de "stop loss", com a venda de dólares por investidores que não apostavam no rompimento do patamar de R$ 2,10. O comportamento do dólar à vista também é influenciado, em menor grau, pela rolagem de contratos futuros de câmbio, que vencem hoje na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). As quedas dos juros do T-Note (título do Tesouro norte-americano) de 10 anos e do dólar ante o euro também influenciam o dólar à vista. Pouco depois das 15 horas, o dólar estava na mínima do dia. No mercado de balcão, a moeda era cotada por R$ 2,064, com baixa de 1,01%. Na roda da BM&F, o dólar valia R$ 2,063 (-1,20%). Lá fora, o euro subia há instantes 0,37%, a US$ 1,2613. O juro do T-Note 10 anos estava em 5,1086% ante 5,14% do fechamento ontem. A Bolsa paulista subia há pouco 1,07%, em 40.795 pontos.

Agencia Estado,

02 de maio de 2006 | 15h34

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.