Dólar amplia queda para R$ 2,10 e Bovespa sobe 0,39%

Os dados positivos da economia norte-americana divulgados esta manhã e o anúncio de que o governo brasileiro reabriu captação de dólares no mercado externo com bônus de vencimento em 2037 estão derrubando a taxa de câmbio. Às 12h20, o dólar era negociado a R$ 2,10 no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros, queda de 0,99% no dia. É o valor mínimo do mercado de câmbio à vista registrado hoje até este horário. Ontem o dólar havia fechado as negociações a R$ 2,121. A taxa de câmbio dólar/real está em queda desde a quinta-feira da semana passada. A desvalorização da moeda norte-americana acumulada no mês de março supera 1,6%. Desde o começo do ano, o dólar já perdeu quase 10% de seu valor em relação ao real. Na Bolsa de Valores de São Paulo, o índice à vista de ações (Ibovespa) subia 0,39% às 12h30, com volume financeiro de R$ 601 milhões e 26.863 negócios registrados. As ações mais negociadas são as da Petrobras, da Usiminas e da Vale do Rio Doce.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.