Dólar amplia queda para R$ 2,229; juros ficam estáveis

O dólar abriu em baixa e ampliou o movimento de queda para mais de 1% no final da manhã. Às 12h15, a moeda norte-americana era negociada a R$ 2,229, na taxa mínima do dia registrada desde o início dos negócios no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). No mercado interbancário à vista, o dólar comercial vale R$ 2,23, também abaixo dos R$ 2,245 em que fechou a sexta-feira. No mercado de contratos futuros de juros, também na BM&F, o vencimento de DI (depósito interfinanceiro) de janeiro de 2008 projeta taxa de 15,65% ao ano, estável em relação às projeções da última sexta-feira. O mercado de câmbio e de juros tem um dia calmo hoje, reflexo do cenário mais leve também nos mercados internacionais. Sem eventos de grande relevância e apenas indicadores econômicos considerados secundários, não há previsão, por ora, de alteração significativa no ambiente de negócios, ou seja, o dólar tem espaço para cair e os juros devem se manter próximo da estabilidade.

Agencia Estado,

19 de junho de 2006 | 12h27

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.