Dólar atinge nova máxima em seis anos contra iene

O dólar continuou o movimento de valorização ante o iene durante as sessões asiáticas dessa quinta-feira, em meio a alta da bolsa de Tóquio.

Estadão Conteúdo

11 de setembro de 2014 | 06h41

Às 2h14 (de Brasília), a moeda norte-americana chegou a ultrapassar a marca dos 107 ienes, cotação mais alta desde setembro de 2008. Com a expansão econômica nos Estados Unidos e o Federal Reserve caminhando para o aumento das taxas de juros, as políticas monetárias do Japão e dos EUA têm andado em sentidos opostos, o que favorece a valorização da divisa. "O Banco do Japão não vai abandonar o relaxamento monetário até atingir a meta de inflação de 2%", disse o estrategista do Deutsch Bank Taisuke Tanaka. O dólar subiu mais de 5% em relação ao iene desde agosto.

Para Kengo Suzuki, estrategista-chefe de renda fixa do Mizuho Securities, "há um ajuste esperando para acontecer com o dólar". Ele diz que não seria surpresa se a moeda caísse para o patamar de 105,5 ienes já na próxima semana.

Às 03h00 (de Brasília), o dólar operava estável, a 106,86 ienes, mesmo nível do final da quarta-feira. O euro subia a US$ 1,2920, de US$ 1,2918 ontem. Em relação à moeda japonesa, o euro avançava a 136,07 ienes, de 138,04 ienes no fim dos pregões em Nova York ontem. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Dólarienemáxima

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.